///astronomia, meteorologia, geologia e arte/// leituras da natureza

/// astronomia, meteorologia, geologia e arte /// leituras da natureza
com Paulo Varella, Regina Atulim e Kraus Von Secca

Em uma visão integrada de áreas do conhecimento humano, como a Astronomia, a Meteorologia, a Geologia e a Arte, veremos as principais características de nosso mundo, as estrelas e os objetos celestes que nos cercam e nossa posição dentro da Galáxia e do Universo.

Os seres humanos sempre olharam para o céu – buscando formas e sonhos, observando os astros, buscando correlações e significados – perplexos e maravilhados com o infinito que nos circunda. Os habitantes da cidade, em certa medida, perderam contato com os elementos da natureza que poderiam nos equilibrar, descansar e encantar. Paradoxalmente, o céu continua sendo um elemento natural acessível e onipresente na cidade, embora nem sempre nos lembremos de olhar para ele e desfrutar de suas mensagens.

Em uma visão integrada de áreas do conhecimento humano, como a Astronomia, a Meteorologia e a Geologia, veremos as principais características de nossa mundo, as estrelas e os objetos celestes que nos cercam e nossa posição dentro da Galáxia e do Universo.

ASTRONOMIA
A partir de uma visão meramente contemplativa, com informações colecionadas ao longo dos séculos, o Homem construiu um conhecimento sobre os corpos celestes, suas principais características físicas e sua ambientação no Cosmos. De uma grande cidade, observando o céu a olho nu ou por instrumentos, como vivenciamos esta visão do Universo?
Programa sucinto:
1 – O céu: astros observáveis a olho nu e suas características principais
2 – O Sistema Solar: astros constituintes: principais características físicas e orbitais
3 – As estrelas: principais características físicas
4 – Onde estamos? Uma visão de nossa galáxia e do Universo
5 – Como observar o céu nas grandes cidades

METEOROLOGIA
Neste curso o participante conhecerá os 10 gêneros de nuvens, como reconhecê-los, quais suas principais características e quais os significados meteorológicos que essas belas formações nos oferecem, e que podem auxiliar na previsão do tempo.
Programa sucinto:
1. A Atmosfera da Terra – estrutura e composição
2. Temperatura, pressão e umidade
3. Os 10 gêneros de nuvens – reconhecimento e significado meteorológico
4. Tempestades
5. Fotografando nuvens: confecção de um álbum dos gêneros

GEOCIÊNCIAS
Desde a sua formação até os dias atuais, como evoluiu o nosso planeta? Em uma breve história da Terra, a partir da observação das rochas e minerais e de fenômenos muitas vezes drásticos, veremos como descobrimos a estrutura interna do planeta e como compreendemos os principais processos que nela ocorrem e que produzem terremotos, deriva dos continentes, vulcões e formação do relevo. Programa sucinto:
1.  A Terra e sua estrutura interna
2. O núcleo e o manto – características gerais. O campo magnético da Terra
3. A crosta terrestre – estrutura. A deriva dos continentes
4.  Rochas e minerais
5. Intemperismo e erosão – ação geológica do vento, da chuva e do gelo.

Atividades práticas:
1. Projeto e construção de uma maquete de um astrolábio
2. Observações do céu a olho nu e com telescópio.
3. Instrumentos astronômicos
4. Orientação. Palestra: Terra: o palco cósmico.

/// trazer
Trazer se tiver equipamentos de observação e caderno de notas.


///////////////////////////

/// 21 a 23 de julho
/// das 14h às 22h
/// 20 vagas
/// R$ 200
/// R$ 100 [estudantes e maiores de 60 anos]

cronograma

5ª feira – 21 de julho
14h – Projeto e construção de uma maquete de um astrolábio – Kraus
20h – Observação do céu a olho nu e por telescópio / Instrumentos astronômicos / Orientação pelas estrelas (encerramento às 22h)

6ª feira – 22 de julho
14h – Geociências
17h – Palestra: Terra – O palco cósmico – Pedro de Carvalho Ribeiro [convidado]
Conciliando os conceitos de Arte e Ciência faremos uma jornada através da História da humanidade analisando diversas formas de arte como fotos, pinturas, músicas, etc. e através de provocações filosóficas vamos tentar delimitar o que nos torna “uma só tribo”.
20h – Observação do céu a olho nu e por telescópio / Instrumentos astronômicos / Orientação pelas estrelas (encerramento às 22h)

Sábado – 23 de julho
14h Meteorologia – Paulo
17h – Astronomia – Regina
20h – Observação do céu a olho nu e por telescópio / Instrumentos astronômicos / Orientação pelas estrelas (encerramento às 22h)