Casa Viva

A Casa Viva é um espaço de cultura, arte, música, gastronomia e convivência localizado em Piracaia.

// Inverno na Casa Viva

Apresentações musicais, quintas literárias e litero-musicais. A partir das 21h. Reservas por WhatsApp com Ana Laura Mosquera (11 97292-7641), válidas até 20h30. Os ingressos para as apresentações musicais custam R$ 25 e para as quintas literárias e litero-musicais, os ingressos são gratuitos.
Praça Julio Mesquita, 56, Centro. Piracaia.

1 de julho
Jander José e Susana Gianini
O duo é formado pelos cantores e violeiros Jander José e Susana Gianini. Jander José é professor, violeiro e regente do grupo Violeiros do Divino, com aproximadamente 25 integrantes em Bragança Paulista e Susana é coordenadora do projeto. O duo tem por objetivo divulgar a cultura caipira e o primeiro instrumento musical a desembarcar em solo brasileiro, a viola caipira, tocando os grandes clássicos da música raiz e as novas tendências da música regional.

5 de julho
Victor Más e Michel Castori
Com repertório repleto de clássicos da Música Brasileira, os jovens músicos da região, Victor Más (trompete) e Michel Castori (trombone) apresentam na Casa Viva o melhor do choro, samba e MPB. Há oito anos, os artistas também integram a Big Band Jovem de Atibaia.

6 de julho
Quinta Literária com Katia Canton
Katia Canton (São Paulo) desde pequena adorava contos de fadas e passava as tardes ouvindo histórias da tia-avó que faziam sua imaginação viajar. Estudou arquitetura, dança, jornalismo e artes. Em 1987, foi para Nova York fazer mestrado e doutorado, onde morou por sete anos, quando os contos de fadas apareceram novamente em sua vida. A tese de doutorado virou livro premiado, editado nos Estados Unidos, contando a história dos contos de fadas na literatura, no balé e na dança/teatro. A partir daí, se inspirou para escrever os livros de contos da coleção Arte Conta História. Em 1999, recebeu o prêmio Jabuti e , em 2002, com o livro “Brasil, Olhar de Artista”, recebeu o prêmio Altamente Recomendável para Crianças de Melhor Livro Informativo.

8 de julho
Ná Ozetti e Dante Ozetti
A cantora e compositora Ná Ozetti e o violonista, compositor e arranjador Dante Ozetti apresentam um repertório de canções autorais de ambos em parcerias com Luiz Tatit, Itamar Assumpção, Zé Miguel Wisnik e Zélia Duncan. No roteiro, também estão incluídas composições gravadas por Ná, como Show (Fábio Tagliaferri/Luiz Tatit), Recenseamento (Assis Valente), Adeus Batucada (Sinval Silva), entre outras. Ná e Dante têm uma longa trajetória juntos. Dante foi o principal parceiro de Ná em seus trabalhos solo. Neste formato em duo, as canções são apresentadas a partir dos arranjos pré-concebidos a partir do violão de Dante e da voz de Ná, que deram origem às gravações.

9 de julho
Oficina Ritmos Construtores com Lucina
Para Lucina, os ritmos são chaves que ativam o inconsciente provocando sensações e emoções definidas. Podem alterar as batidas do coração, o fluxo sanguíneo e o ânimo. Ao ter consciência deles, é possível modificar o estado de espírito individual e coletivo, atuando sobre todo o contexto energético ao redor. Na oficina, Lucina trabalha o que chama de ritmos construtores através de jogos interativos. Desta forma, podemos adquirir uma poderosa ferramenta de ação e transformação sobre o cotidiano. “Ritmo é vida que pulsa em nosso corpo. Nossos movimentos e respirações são determinados por esse bit interno composto de vibrações, ondas sonoras, pulso, impulso, recuo e silêncio”.
Horário: das 15h às 18h
Valor: R$170,00 (20% de desconto para pagamento antecipado)

12 de julho
Iara Rennó & Gustavo Cabelo
No show “Nosso”, Iara Rennó e Gustavo Cabelo apresentam suas parcerias, em um show intimista e quente. Guitarras, voz e palavra. O repertório também traz outros parceiros de composições como Paulo Leminski, Gustavo Galo, Peri Pane e AlziraE. Iara Rennó é cantora, instrumentista, produtora musical, performer, atriz, poeta e compositora, com mais de 80 músicas gravadas por ela e intérpretes como Elza Soares e Ney Matogrosso. Iniciou a carreira cantando com a mãe, Alzira E, além de ter integrado a banda de Itamar Assumpção por 3 anos como vocalista. Gustavo Cabelo é integrante das bandas Trupe Chá de Boldo, Doideca e Stereotupi, e toca com as compositoras Alzira E e Iara Rennó, com quem gravou o álbum “Flecha”. Em 2011, ao lado de Gustavo Galo e Tomás Bastos, montou o show “As canções de Torquato Neto”. Compôs em parceria com André Balboni a trilha do curta-metragem “O fim do filme”, vencedor no Festival do Rio 2012.

13 de julho
Quinta Litero-musical com Lucina e arrudA
A cantora e compositora Lucina cantará musicas do seu repertório e algumas de suas parcerias com arrudA, que também recitará alguns poemas entre as canções.  Lucina é compositora, cantora, instrumentista e curadora de projetos culturais. Sua música é bem brasileira, sofisticada na harmonização e cheia de ritmo. Consagrou-se como compositora ao ter sido gravada por importantes intérpretes como: Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Nana Caymmi, Joyce Moreno, Tetê Espíndola, Rolando Boldrin, As Frenéticas, Jerry Adriani, Vânia Bastos, Carlos Navas, AlziraE, Wanderléa. arrudA é poeta, compositor e performer. Desde 2008, arrudA integra o projeto Canções Velhas Para Embrulhar Peixes com o compositor Peri Pane, que conta com dois discos lançados pelo selo Traquitana.

15 de julho
DUOFEL plays The Beatles
No ano em que é comemorado o cinquentenário do lendário álbum Sgt. Peppers, o Duofel se apresenta com repertório exclusivo de Beatles, arranjado para instrumentos tipicamente brasileiros: viola caipira, violão tenor, violão de 6 e 12 cordas  e totalmente instrumental. O DUOFEL, formado pelos músicos Fernando Melo e Luiz Bueno, tem 13 discos gravados e mais de 150 composições editadas; foram influenciados por Beatles no início da carreira e em 2010 lançaram CD com canções da banda inglesa. A partir desse sucesso, foram convidados para a gravação do DVD no lugar onde os Beatles começaram: The Cavern Club, em Liverpool (Inglaterra). Em 2016 fecharam a trilogia Beatles com o lançamento em vinil. Em seus arranjos, utilizam arcos de rabeca, zig zum, slide e outros artifícios originais que tornam a música de uma personalidade única, levando o público a reações inesperadas.

16 de julho
Oficina Panificação Artesanal de Fermentação Natural
A panificação artesanal é a base da alimentação, uma alquimia ancestral. A fermentação natural utiliza leveduras selvagens não selecionadas, que agem de forma lenta, trazendo mais aromas, maior durabilidade e melhor digestão. A oficina orientada pelo padeiro Marcelo Papi propõe, com métodos e utensílios caseiros, a realização de fermento natural e a confecção de pães artesanais. Os participantes vão vivenciar a fornada e partilhar o pão de uma massa feita antecipadamente por Marcelo, além de manusearem sua própria massa, que poderão assar em suas casas. Marcelo atua há 25 anos com gastronomia e panificação. Ao se mudar para Joanópolis, a produção de pães virou rotina para suprir a família, amigos e vizinhos. A necessidade virou prazer e a pesquisa se aprofundou, tornando a panificação sua principal atuação profissional. Seus pães marcam presença na Feira do Produtor Rural de Piracaia, na Praça Buenos Aires (SP), na Feira de Bragança Paulista e em breve estará na Feira Sabor Brasileiro, na Casa Brasileira
Horário: das 15h30 às 19h
Valor: R$150,00

19 de julho
Ubaldo Versolato, com Daniel Szafran e Luiz Waack
Ubaldo Versolato é saxofonista, clarinetista e flautista, atuou por 20 anos na Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, onde realizou concertos com Tom Jobim, Milton Nascimento, César Camargo Mariano, entre outros. Participa da Banda Mantiqueira desde 1997, tendo gravado 3 discos solo e 3 discos Mantiqueira + OSESP. Participa também da Banda de Roberto Carlos desde 2009. No repertório do show, canções de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Severino Araújo, Tom Jobim, Jazz, músicas autorais e gafieira, para quem gostar de dançar.

20 de julho
Quinta Litero-musical
Show PARALELAS, com Alice Ruiz e Alzira E
Alice Ruiz, poeta, haicaísta e letrista e Alzira E, cantora, compositora e instrumentista, se conheceram em 1989 por intermédio de Itamar Assumpção, parceiro de ambas. A inquietude das artistas é notória nas carreiras individuais, consolidadas pela inovação, e desde que se tornaram parceiras transitam entre a música e a poesia. Em 2005, lançam o CD Paralelas, comemorando 16 anos de parcerias e poemas “proclamados” pela própria Alice, com luxuosa participação de Zélia Duncan e Arnaldo Antunes e o músico Luiz Waack, o produtor musical. Após 11 anos de estrada, a parceria ganha intérpretes da nova geração, como Filipe Catto e Juliana Kehl. A força feminina se faz presente no show Paralelas, nos assuntos das canções, na delicadeza dos versos e na cumplicidade das artistas.

22 de julho
Eu Passo O Tempo Todo Com Ella, com Haley Peltz e banda
Uma homenagem musical aos 100 anos da “primeira dama da canção”, Ella Fitzgerald. Pioneira do scat singing, Ella forjou um estilo de interpretação, incorporando a linguagem do jazz instrumental na canção popular. Aos 22 anos a artista já liderava sua própria orquestra. No ano em que Ella Fitzgerald completaria 100 anos, Haley Peltz e banda apresentam um show em homenagem a esse fenômeno musical. Além de composições da própria Ella, o repertório apresenta canções que marcaram sua carreira, escritas por outras mulheres, como Dorothy Fields, Gertrude “Ma” Rainey, Ann Ronell, Bernice Petkere; bem como por seus parceiros musicais Duke Ellington, Harold Arlen, Cole Porter. Haley Peltz, norte-americana, faz parte da nova geração de cantoras que foi positivamente influenciada pelo espírito inovador de Ella. Recentemente no Brasil, Haley foi selecionada em primeiro lugar no Concurso de Canto Popular 2016 da EMESP por Arrigo Barnabé, Paulo Braga e Breno Ruiz.

26 de julho
Renato Anesi e Luiz Waack
O encontro celebra os novos discos lançados por cada um dos compositores e multi-instrumentistas de cordas, Renato Anesi e Luiz Waack. Através de releituras de seus próprios trabalhos dos últimos 30 anos e também obras de artistas consagrados, os músicos compartilham arranjos e improvisos no palco. O público tem a oportunidade de desfrutar de lindas e inéditas composições, arranjos, timbres singulares e improvisos.

27 de julho
Quinta Literária com Carlos Pessoa Rosa
O autor passeia pela prosa e poesia. Recebeu o prêmio MEC de literatura no gênero novela, em 2010, e o prêmio UBE/CEPE, na categoria contos, em 1998. Teve seus livros publicados pelo Coletivo Dulcinéia Catadora, pela Pequeño Editor, na Argentina e pela Amazon. O autor também é editor do site www.meiotom.art.br.

29 de julho
Raul de Souza e Fábio Torres
Com um swing próprio, Raul mostra suas interpretações e o que há de melhor na música instrumental. Neste show único, acompanhado de Fabio Torres (Trio Corrente) ao piano, Raul executa composições próprias,  de Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Cole Porter, Djavan, entre outros. O instrumentista é um dos poucos que carrega em sua bagagem tantos encontros com outros gigantes da música: Hermeto Pascoal, Cal Tjader, Lionel Hampton, Sarah Vaughan, George Duke, Stanley Clarke, Ron Carter, Frank Rosolino, Airto Moreira, Flora Purim, Milton Nascimento. O trombonista, que divide seus dias entre França e Brasil, é considerado uma referência na música instrumental em todo o mundo.

30 de julho
Grupo Cantoria e Coral Viva Voz
O encerramento do Inverno Lítero-musical da Casa Viva Piracaia contará com a presença de dois corais da região: o Grupo Cantoria, de Atibaia, e o Coral Viva Voz, de Piracaia, ambos sob a regência da musicista e maestrina Myriam Hungria, moradora de Piracaia. O Grupo Cantoria foi formado em 2014, tendo como característica principal a música popular. Já o Coral Viva Voz é um projeto que reúne verdadeiros apaixonados pela música que se encontram desde o início do ano na Casa Viva Piracaia. Venha confraternizar com a gente!
Horário: 17h. Entrada franca.